Exposições médicas no mundo: resultados e desafios da pesquisa Unscear é o título da próxima palestra on-line, aberta a todos os interessados, nesta quarta-feira, dia 23/11, às 15h.

Fonte: IRD

Exposições médicas no mundo: resultados e desafios da pesquisa Unscear é o título da próxima palestra on-line, aberta a todos os interessados, nesta quarta-feira, dia 23/11, às 15h. 

A apresentação será feita pela pesquisadora Lídia Vasconcellos de Sá, chefe da Física Médica IRD, e integra a disciplina Seminários de Radioproteção e Dosimetria, organizada pelos professores Laís Aguiar e Bernardo Dantas, no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Radioproteção e Dosimetria do IRD. A reunião utilizará a plataforma Teams. Não é necessário instalar o software, que pode ser aberto direto no navegador (link).

Na apresentação, o tema em questão é a pesquisa realizada com países-membros da ONU e publicada em 2022, que trata das exposições médicas oriundas de práticas que empregam a radiação ionizante. Abordará equipamentos, instalações, práticas em vários países e doses envolvidas para as áreas de radiodiagnóstico, medicina nuclear e radioterapia. O Unscear é o Comitê Científico das Nações Unidas sobre os Efeitos da Radiação Atômica e foi estabelecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 1955.Governos e organizações em todo o mundo utilizam as estimativas do Comitê como base científica para avaliar o risco de radiação e decidir sobre medidas de proteção. O relatório 2020 a 2021 traz as exposições médicas na população mundial e está disponível no site do organismo internacional.

Lídia Vasconcellos de Sá é engenheira química com mestrado pela Escola Politécnica da USP/SP e doutorado em Engenharia Nuclear pela COPPE-UFRJ. Tecnologista sênior CNEN no IRD, atua como chefe e pesquisadora da Divisão de Física Médica. Tem experiência na área de Engenharia Nuclear, em licenciamento e controle de instalações radioativas, aplicações de radioisótopos/radiofármacos, atua em radiodiagnóstico, radioterapia e, principalmente, em medicina nuclear. Membro do comitê de certificação de supervisores da CNEN, perita da AIEA na área de medicina nuclear, segurança física de fontes, avaliação de órgãos reguladores de outros países e participante de auditorias em exposições ocupacionais. Docente do curso de Pós-Graduação do PPG/IRD/CNEN e do curso lato sensu em Proteção Radiológica e Controle de Fontes do IRD, em parceria com a AIEA. É também representante do Brasil no comitê científico Unscear, membro do Bureau e Ponto de Contato Nacional para exposições médicas.

Para participar da palestra acesse o link.